Toyota 50 anos Toyota 50 anos


50
anos,

a Toyota veio para ficar consigo.

Em 1968, Salvador Caetano trouxe para Portugal a Toyota e a vontade de fazer história. E fez. 50 anos depois, fazemos parte das histórias de muitos portugueses.

Salvador Caetano: o sonho com vista para o Futuro

Um self-made man ou um homem que cresceu do zero.
A 2 de abril de 1926 nasceu, na freguesia de Vilar de Andorinho, Salvador Fernandes Caetano. De origem humilde e sem condições financeiras para ir para a universidade, Salvador entrou muito cedo no mundo do trabalho. Com onze anos de idade já trabalhava e com vinte anos já tinha criado uma empresa: a Martins & Caetano & Irmão, Lda., que se dedicava à indústria de carroçarias. Em 1967, a sua atividade exportadora começou a expandir-se para além-fronteiras, quando foram vendidos os primeiros autocarros para a Grã-Bretanha. Mas a sua ambição não o deixou ficar por ali. Foi preciso viajar até ao país do Sol Nascente para encontrar um desafio à altura da sua ambição.
Um acordo e uma convicção.
No dia 17 de fevereiro de 1968, Salvador Caetano foi decisivo para o futuro da mobilidade. Ao assinar em Tóquio o contrato de representação da Toyota, em Portugal, o homem empreendedor, não só fez mover os portugueses como também mexeu a economia portuguesa. Com uma atitude visionária e sempre fiel às suas convicções, Salvador Caetano dizia sempre: “Hoje como ontem, a nossa vocação continua a ser o futuro”.
Os primeiros anos.
Poucos acreditavam que este acordo, assinado há 50 anos, pudesse atingir o sucesso. Apesar das dúvidas levantadas, Salvador Caetano não desistiu. E logo em 1971, com a inauguração da primeira fábrica da Toyota na Europa, em Ovar, conseguiu que Portugal aparecesse no mapa da exportação automóvel. Em apenas dez anos, a Fábrica de Ovar já tinha produzido 70.000 unidades. A dupla Toyota e Grupo Salvador Caetano não teve sucesso por acaso. O trabalho desenvolvido era rigoroso e o objetivo era sempre fazer melhor.
Os melhores anos.
Nos anos oitenta a Salvador Caetano S.A. já era das empresas com mais notoriedade em Portugal. Em 1982, comemorou 35 anos num grande evento no Porto e Lisboa.
Confiança ou o segredo do sucesso.
Ao longo dos anos, a relação entre Salvador Caetano e a Toyota Japão sempre foi forte. Nem na época em que a importação era limitada ou no após 25 de abril, os japoneses deixaram de dar apoio moral e confiança a Portugal.
A convicção de Salvador Caetano era que a Toyota vinha para ficar em Portugal. E ficou mesmo. Agora, 50 anos depois, todos partilham da mesma opinião.